Gepatri de Luziânia prende indivíduo com passagens por seis crimes diferentes

O Grupo de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio (Gepatri) de Luziânia cumpriu, na quinta-feira (25), mandado de prisão temporária em desfavor de Widney da Silva Thomé (foto), por alcunha “Chapolin “.

Por Capital do Entorno 26/05/2017 - 10:12 hs

Ele é investigado por roubo majorado praticado no município.

Além desse crime, Widney possui passagens por outras cinco modalidades delituosas: homicídio qualificado, corrupção ativa, tráfico de drogas, furto qualificado e organização criminosa. Na prática desse último ilícito, o investigado teria sido responsável pela explosão de um caixa eletrônico.

De acordo com as investigações relativas ao roubo majorado, Widney adentrou em um estabelecimento comercial em Luziânia e lá, após render os clientes com uma arma de fogo, subtraiu uma caminhonete e pertences das pessoas que estavam no local.

A investigação foi presidida pelo delegado Daniel Marcelino, apoiado pelos agentes de polícia civil Alex, Bruna, Ysack, juntamente com os escrivães Mara e André.

Via PCGO