Programa Evasão Zero revoluciona a educação no município, garante Hildo do Candango

Com apenas 23 anos de formação politica e administrativa o município de Águas Lindas de Goiás está superando as barreiras iniciais da sistematização educacional para atender com mais eficiência a uma demanda cada vez mais crescente. "Estamos em um momento em que a necessidade de ações é a principal ferramenta para nivelar, alinhar e superar desajustes sociais", diz o prefeito Hildo do Candango.

Por AMAB - Acessoaria de Comunicação 08/02/2018 - 09:34 hs

Hildo do Candango implantou por meio da Secretaria Municipal de Educação o Programa Evasão Zero com proposta pedagógica para até 2020, sendo que os resultados iniciais do programa já apresentam uma mudança considerável na estrutura do ensino e aprendizagem, gerando crescentes perspectivas de uma melhoria efetiva na qualidade da educação no município.

"Após minucioso estudo, concluiu-se que a oferta no ensino fundamental I é praticamente em sua totalidade capaz de suprir a demanda do município, no entanto, na contra mão estava à garantia da permanência do aluno durante esta etapa escolar. Com mais de 2.500 alunos reprovados ou evadidos, a aprovação não passava dos (89%) e somente do 1º aos 5º anos foram retidos 2.015 alunos, estes não tiveram direitos basilares respeitados", diz Hildo do Candango.

De acordo coma a Direção Pedagógica da SME sem a garantia de permanência e avanço nos estudos, a desmotivação vinha em duas frentes, professores desmotivados com turmas desniveladas e sem apoio adequado e alunos desmotivados e alheios à necessidade de estudar. A situação mudou com a efetivação de novos profissionais da educação municipal.

"Este é um processo que se inicia, mas os resultados já são significativos, 615 alunos não fazem mais parte do universo estrondoso e da política de reprovação, pois, de 2.015 alunos evadidos,  em 20162017 caiu para 1.400, elevando o município ao índice de 91% de aprovação, sendo que  em 2017  o número alcançou os 95% de aprovação, graças ao emprenho na execução do programa, se tornando um dos municípios brasileiro que mais oferta e garante a permanência do aluno na sala de aula",  diz o secretário de educação, Deusimar Macedo.

São responsáveis em caso de ausência injustificada: o professor em não relatar o caso à coordenação; a coordenação em não notificar a gestão; a gestão em caso de omissão e o programa por falta de ação e feedback à escola.

Com essas ações, no ano vigente o município conseguiu tirar a educação do rol negativo onde 25 das 45 escolas estavam no vermelho, para apenas 9 em 2017, no entanto a meta é que todas as escolas alcancem entre 94% à 98% de fluxo.

O ANO DA EDUCAÇÃO

A intenção do prefeito Hildo do Candango é fazer do ano de 2018 o ano da Educação Infantil, como expressão-síntese da alta prioridade atribuída pelo governo a essa área do ensino municipal, nos seus programas de ações e investimentos. Para isso, pretende criar, entre outras a expansão da educação infantil e pré-escolar, dotando cada bairro e comunidade de Águas Lindas, com pelo menos, uma creche.

Construir e colocar em funcionamento novas escolas municipais de ensino dotadas de bom padrão de qualidade operacional das atividades pedagógicas, didáticas e administrativas em convênio com o FNDE.