Polícia de Inhumas indicia sete por fraudes em licitações e pede prisão de ex- secretário

Polícia Civil de Inhumas concluiu inquérito policial que apurou supostas fraudes licitatórias realizadas no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde no ano 2016, época em que o titular da pasta era o indiciado Carlos André Vila Verde Álvares da Silva

Por Capital do Entorno 10/01/2018 - 11:01 hs

Segundo as investigações, presididas pelo delegado de polícia Humberto Teófilo, há indícios fortes de que houve fraude em duas licitações para aquisição de equipamentos médicos e odontológicos que beneficiaram o empresário Marcos Antônio de Paula.

De acordo com o delegado, em uma das licitações houve o desvio de dinheiro público no montante de aproximadamente R$ 25 mil, motivo que levou ao indiciamento dos investigados também pelo crime de peculato.

O delegado ainda representou pela prisão preventiva do ex-secretário Carlos André, justificando a importância do cargo exercido na ocasião, que exigia probidade na gestão do Fundo Municipal de Saúde, o qual, no entanto, foi utilizado em benefício próprio.

Além do ex-secretário Carlos Andre Vila Verde Álvares da Silva e do empresário Marcos Antônio de Paula, estão entre os indiciados o presidente da comissão de licitação, Rogério Sousa Silva e o servidor Rodolfo de Moraes Duarte Neto. Os demais envolvidos são dois membros da comissão e outro empresário, que, segundo Teófilo, tiveram participação de menor importância no esquema.

Assessoria de Imprensa da Polícia Civil