Servidores da Saúde de Valparaíso recebem orientações para lidar com animais peçonhentos

A ação foi realizada pela Secretaria Estadual de Saúde – SES, por meio do Centro de Informação Toxicológica – CIT.

Por Capital do Entorno 05/10/2017 - 16:15 hs

Participam da capacitação cerca de 60 servidores lotados nos municípios que compõem a Região de Saúde Entorno Sul. O objetivo foi atualizar os conhecimentos das equipes de profissionais de Saúde para o fornecimento de informação e orientação sobre o diagnóstico, prognóstico, tratamento e prevenção dos acidentes por animais peçonhentos, bem como realizar a vigilância epidemiológica a nível local. Os participantes do curso terão a missão de atuar como multiplicadores, repassando o conhecimento aos profissionais dos municípios.

 

A equipe do CIT avalia que o conhecimento sobre as características das espécies peçonhentas é fator determinante para a diminuição das condições favoráveis à proliferação destes animais, principalmente em áreas urbanas, como é o caso das aranhas e escorpiões. O CIT tem realizado o mesmo tipo de curso em outros municípios do Estado, em especial nas sedes das Regiões de Saúde. Atuaram como instrutores do curso a médica Andréia de Miranda, a enfermeira Lesley Divina Matias Soares e a médica veterinária Veruska Castilho de Oliveira Neve, todas do Centro de Informação Toxicológica.

 

O CIT, órgão coordenador do Serviço de Vigilância de Acidentes por Animais Peçonhentos no Estado, desenvolve ações de vigilância epidemiológica, capacitação, pesquisa, distribuição de soros antiveneno, plantão 24 horas sobre intoxicações diversas a profissionais de saúde e à população. A partir destas capacitações, o Centro tem articulado a organização de ações de vigilância e controle para execução municipal por meio das Regionais de Saúde, juntamente com outros órgãos envolvidos, com o intuito de diminuir a exposição humana a este risco.

 

Estiveram presentes no curso os seguintes servidores: Cassia do Amaral, Enfermeira da Vigilância do CAIS; Sandra Gonçalves, Enfermeira da Vigilância da UPA; Valdinéia José, Enfermeira da Vigilância do HMV; Joel Rodrigues, Enfermeiro da Vigilância de Saúde; Sônia Maria, Enfermeira da Coordenação de PSF; Bárbara Alves, Enfermeira do PSF Céu Azul I/A; Fernando Gonçalves, Médico do PSF Etapa B; Rômulo Aécio, Médico Veterinário do Centro de Zoonoses; e Jodson Nascimento, Gerente do Centro de Zoonoses.

 

 

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Valparaíso de Goiás