Polícia Civil de Goiás e do DF desmontam maior quadrilha de roubo de cargas do Centro-Oeste

A Delegacia Estadual de Repressão a Roubo de Cargas (Decar), em conjunto com a Divisão Especial de Repressão ao Crime Organizado (Deco), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), finalizaram a Operação Duro Golpe na região de Santa Maria, no Distrito Federal, na quinta-feira (27).

Por Capital do Entorno 28/07/2017 - 14:33 hs

A ação desarticulou uma das maiores organizações criminosas de roubos e vendas de cargas do Planalto Central. Quatro membros da organização criminosa foram presos.

A Operação Duro Golpe teve início após um roubo de uma carga de produtos da Unilever, ocorrido há dois dias nas proximidades da cidade de Itumbiara, avaliada em quase R$ 1,5 milhão. Após ciência dos fatos e compartilhamento de informações entre as forças policias de Goiás e do DF, fora possível a recuperação de todos os produtos, além de dois caminhões anteriormente roubados e as prisões dos envolvidos.

Os produtos já estavam sendo preparados para entrega ao receptador, líder da organização criminosa em destaque. De acordo com o titular da Decar, delegado Alexandre Bruno, a cooperação entre as duas polícias judiciárias foi fundamental para o resultado da ação. “O êxito dessa operação só foi possível pela brilhante parceria existente entra a PCGO e a PCDF, que, por meio do empenho de seus policias, trabalharam mais de 30 horas sem cessar”, salienta.

A Operação Duro Golpe é desdobramento das diligências que culminaram com a recuperação de carga roubada da empresa Johnson & Johnson, no último dia 22. As prisões e apreensões realizadas nessa última investida das Polícias Civis de Goiás e do Distrito Federal põem fim a uma organização criminosa que era considerada o maior grupo destinado ao roubo desse tipo de carga em atuação tanto em Goiás quanto no DF.

Comunicação Polícia Civil